SemiÁrido
Selo UNICEF - 29 de abril de 2017 - Sábado
 
Selo Unicef
Ganhadores Selo Unicef Selo Unicef




Semana do Bebê: valorização da primeira infância e cuidados com a saúde do recém-nascido
Os cuidados com a saúde do bebê durante os primeiros anos de vida são essenciais para garantir seu desenvolvimento integral. Por isso, é muito importante que os municípios desenvolvam políticas públicas voltadas à primeira infância, mobilizem as famílias e a comunidade e assegurem uma vida melhor para meninos e meninas.

Uma das maneiras de provocar a reflexão, o debate e a tomada de atitude sobre o tema é a realização da Semana do Bebê. Veja como desenvolver a iniciativa em seu município.

Por que realizar uma Semana do Bebê?

A primeira infância é caracterizada como o período que vai desde o nascimento até os 6 anos de vida. Porém, o Comitê dos Direitos da Criança recomenda que a idade relativa a essa fase da vida seja estendida até os 8 anos, como forma de incluir todas as crianças em transição para a escola.

É na primeira infância que o ser humano desenvolve suas capacidades cognitivas, motoras, socioafetivas e de linguagem. Ao investirem em políticas públicas para essa faixa etária, os municípios contribuem para que meninos e meninas tenham garantido o direito à saúde, à segurança e ao aconchego familiar.

Portanto, a Semana do Bebê representa um momento importante para que os municípios possam discutir temas relacionados à primeira infância e, desse modo, fortalecer o Sistema de Garantia dos Direitos, além de assegurar às crianças e aos adolescentes o direito a uma vida saudável.

Com o evento, municípios têm a oportunidade de trabalhar em rede e criar um novo olhar em relação ao recém-nascido. A principal mensagem da Semana é destacar a importância dos cuidados com bebê desde a gestação, favorecendo uma ligação segura entre mãe e filho.

Como realizar a Semana do Bebê no seu município

O primeiro passo para a realização da Semana do Bebê é a mobilização da comunidade, convocando pessoas com vontade de trabalhar e planejar as ações do evento. Nessa etapa, é primordial formar uma Comissão Organizadora e envolver o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), gestores, autoridades legislativas, associações, ONGs e lideranças religiosas e comunitárias.

Para a realização do evento, é importante desenvolver as seguintes etapas:

Planejamento


Nessa fase, deve-se detalhar o evento, com o cronograma de reuniões, a agenda e o conteúdo das atividades a serem desenvolvidas, os profissionais que serão envolvidos, recursos, o local e a data para a realização da Semana do Bebê. 

Elencar os objetivos do evento é uma tarefa muito importante. Além de incentivar um novo comportamento em relação às gestantes e aos bebês, a Semana pode propor o incentivo ao aleitamento materno exclusivo até os 6 meses e o levantamento dos indicadores sociais do município.

Importante: A programação da Semana do Bebê deve ser montada de forma a atingir todos os públicos da comunidade, independente de classe social e nível cultural.

As atividades planejadas devem se adequar à realidade do município e sensibilizar toda a comunidade. Podem ser feitas palestras, seminários, simpósios, mesas-redondas, oficinas, exibições de filmes e apresentações culturais.

Mobilização

Essa etapa tem como objetivo envolver todas as pessoas da cidade a participar da Semana do Bebê. O foco são as famílias com mulheres grávidas e/ou bebês. Cada atividade deve ser atrativa e capaz de conscientizar a comunidade sobre a importância da relação mãe-bebê.

Para mobilizar a comunidade, é importante usar os meios de comunicação para atingir o maior número de pessoas possível. A busca de parceiros para auxiliar na divulgação do evento pode ser uma boa estratégia. A divulgação do evento pode ser feita com simplicidade, por meio de jornal, convites, cartazes, faixas, carro de som ou mural.

Evento


Depois de planejar e mobilizar a população, chegou o momento de realizar a Semana do Bebê. O evento pode contar com encontros com estudantes, oficinas, debates, mesa-redonda, palestras, apresentação de casos, entre outros.

Dica: As atividades devem ser atrativas e chamar a atenção da comunidade. É fundamental pensar em ações que propiciarão um envolvimento de todos os participantes.

Avaliação

Após o encerramento da Semana do Bebê, é necessário que a Comissão Organizadora faça uma avaliação sobre o evento para avaliar possíveis falhas. É importante levar em consideração os seguintes critérios:

  • avanços alcançados;
  • desafios superados;
  • participação da comunidade;
  • visibilidade da Semana;
  • prestação de contas;
  • trabalho em equipe.
Com a discussão e análise desses temas, os organizadores poderão fazer uma análise crítica sobre o evento e identificar fatores que o município poderá melhorar na próxima edição da Semana do Bebê.

A Semana do Bebê no Semiárido Mineiro

A partir dos materiais sobre a Semana do Bebê, distribuídos durante o IV ciclo de capacitações do Selo UNICEF, alguns municípios se inspiraram neste tema e realizaram o evento em 2011. Este foi o caso de Minas Novas e Franciscópolis.

Em Minas Novas, cerca de 25 gestantes do município participaram das atividades realizadas durante a Semana da Bebê. As futuras mães conversaram com profissionais da área da saúde sobre os cuidados durante a gravidez, a importância de fortalecer os vínculos familiares, a necessidade de realizar exames preventivos, além de outros temas relacionados à saúde dos recém-nascidos.

As participantes também tiveram a oportunidade de assistir a vídeos sobre as ações realizadas no município para melhorar as condições de vida das gestantes e dos bebês.

Segundo a articuladora do Selo UNICEF em Minas Novas, o município já começa a discutir os temas para a próxima edição do evento. “Esta ação contribui para melhorarmos os indicadores monitorados pelo Selo UNICEF, pois por meio da informação podemos conscientizar várias pessoas sobre as formas de prevenção de doenças, melhorar a qualidade de vida das gestantes e fortalecer a convivência familiar e comunitária”, destaca.

No município de Franciscópolis, a Semana do Bebê foi uma ação em rede e mobilizou as Secretarias de Saúde, Educação, Assistência Social, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e Conselho Tutelar.  A programação do evento incluiu palestras, encontro de gestantes, oficinas, campanha de vacinação e de incentivo ao aleitamento materno.

Informações sobre a Semana do Bebê em Franciscópolis e Minas Novas estão disponíveis no Blog do Selo MG. Acesse e inspire-se!

Semana do Bebê mobiliza gestantes em Minas Novas
http://oficinadeimagens.org.br/blogdoselo/index.php/noticias/semana-do-bebe-mobiliza-gestantes-em-minas-novas/

Município de Franciscópolis promove I Semana do Bebê
http://oficinadeimagens.org.br/blogdoselo/index.php/correspondentes/municipio-de-franciscopolis-promove-i-semana-do-bebe/

Parceiro(a), programe-se para realizar esta iniciativa no seu município em 2012! A Semana do Bebê representa um momento importante para divulgar informações sobre a saúde da gestante e recém-nascido, alem de possibilitar a discussão sobre as políticas públicas que garantam um desenvolvimento saudável às crianças. Envolva a comunidade!

Importante: Clique aqui e acesse o material com orientações para a realização da Semana do Bebê. 



















  Atualizado diariamente - Desde 2000 - Selo UNICEF © - Todos os direitos reservados
At UNICEF we recognize the importance of privacy and are committed to maintaining the accuracy, confidentiality and security of your personal information. UNICEF maintains physical, electronic and procedural safeguards that are appropriate to the sensitivity of your personal information. These safeguards are designed to protect your personal information from loss and unauthorized access, modification or disclosure. Unless you advise us otherwise, by receiving this Privacy Policy you are deemed to have given your consent to the collection and use of your personal information to update you on our work, present you with opportunities to support, and provide you with opportunities to feed back to us through surveys.