O curso Portas Abertas para a Inclusão - Educação Física Inclusiva está com um novo site! 

A iniciativa é um curso de formação continuada para professores, gestores escolares e técnicos de secretarias municipais de educação. Durante sete módulos os participantes aprendem sobre o tema da inclusão de pessoas com deficiência na educação, desde o histórico e legislação até práticas inclusivas e de acessibilidade, com textos e videoaulas que abordam teoria e prática. O curso tem uma carga horária de 40 horas e emite certificado de participação após a conclusão. 

A formação é importante para que os municípios possam desenvolver as ações de validação do Resultado Sistêmico 12 (Acesso ao esporte educacional, seguro e inclusivo garantido a todas as crianças e adolescentes do município).

Desde 2018, o Portas Abertas está disponível online em sua versão de educação a distância (EaD), com o mesmo conteúdo. Portanto, não há necessidade de que os educadores dos municípios que já fizeram o curso façam novamente. 

Clique aqui e se inscreva. O acesso ao novo site também está disponível por meio da nossa Biblioteca a qualquer momento clicando aqui.

Portas abertas para inclusão
O projeto Portas abertas para a inclusão – Educação física inclusiva nasceu de uma parceria estabelecida entre o UNICEF, a Fundação FC Barcelona e o Instituto Rodrigo Mendes. A iniciativa foi criada, em 2012, com a intenção de formar educadores de diversas regiões do Brasil para promover a inclusão escolar de crianças e adolescentes com deficiência por meio de práticas esportivas seguras e inclusivas. 

Selo UNICEF
A Edição 2017-2020 do Selo UNICEF conta com a participação de mais de 1.924 municípios de 18 estados brasileiros, na Amazônia e no Semiárido. Seu sucesso é resultado da parceria entre o UNICEF e governos estaduais e municipais por meio da atuação integrada entre diferentes níveis de governo voltados às crianças e adolescentes.

Alcançar os mais de 1.900 municípios que participam do Selo UNICEF só é possível graças ao apoio de milhares de doadores individuais e de parceiros corporativos como Amil, Instituto Net Claro Embratel, Fundação Itaú Social, RGE, Enel, Coelba, Cosern, Celpe, BNDES, CPFL, Sanofi, Neve, Energisa, Celpa e Cemar. Mais informações sobre o Selo UNICEF em www.selounicef.org.br.